A vida é agora

Tudo é agora. Não existe nada além do agora. Tudo é impermanente: as experiências variadas de nossa vida surgem na consciência, permanecem um pouco e depois se dissolvem. Quando tudo aparece? Agora. Quando tudo passa? Agora.

Aproveitar a vida é viver o momento presente, afinal de contas, o que mais existe? Quando acreditamos na ilusão do tempo, em passado e futuro, nos aprisionamos. Qual a utilidade de remoer o passado ou nos preocuparmos com o futuro além de nos fazer sofrer e precipitar os sentimentos?

E se o agora é ruim, o que fazemos? Vivemos o agora, o que mais se pode viver? Momentos ruins são passageiros, podemos vivê-los, prestar atenção neles e aceitá-los como são. Se for possível fazer algo para melhorar a situação de vida, fazemos; se não for possível, entendemos e contemplamos o momento.

Acredito que não existem problemas reais no Momento Presente. Tudo o que experimentamos são fragmentos do agora, e podemos olhá-los com atenção e fazer apenas aquilo que devemos e podemos fazer. O problema nasce de quando projetamos o aspecto negativo no futuro, baseado em experiências passadas: ambos (futuro e passado) ilusões.

Não existe momento certo. O momento certo é sempre Agora. Qual outro momento existe? Não precisamos estar mais “preparados”, no sentido subjetivo, para curtir uma determinada experiência, porque quando esse “momento ideal” chegar, como projetamos em nossa mente, ele será, também, o Agora. Se algo não é possível para nós por algum motivo objetivo (financeiro, logístico, prioridades), fazemos o que for possível para nos aproximarmos mais daquilo que queremos, ou ponderamos e deixamos de lado. Seja qual for a escolha, executamos ela no Agora.

Viva agora, sorria agora, ame as pessoas que estão à sua volta agora, porque o depois não existe.

14 respostas a “A vida é agora”

  1. Excelentes pensamentos. Exatamente o que eu estou tentando, com dificuldade, aplicar em minha vida. Sofremos por tantas coisas que nem chegam a acontecer, perda de tempo e de energia. Obrigada por compartilhar pensamentos tão bonitos e pertinentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *