Guarda de trânsito da consciência

Acredito que a consciência é como uma estrada. Por ela fluem milhares de pensamentos, sensações e sentimentos. Esse fluxo contínuo nos permite apreciar a vida, reconhecer os momentos bons e ruins, fazer escolhas boas e tomar atitudes sábias. É um transitar que permite que nasça a criatividade.

Até que nos apegamos demais a um pensamento.

Quando nos apegamos a um pensamento, ideia ou sensação, não permitimos que o fluxo continue. Acontece um acidente na estrada da consciência.

Nesse momento nós podemos ser como um guarda de trânsito na estrada, tomando as providências necessárias para que o trânsito volte ao normal. Podemos treinar nossa mente através da meditação para ver nossos pensamentos como simples eventos mentais, que não nos determinam. Assim, temos a oportunidade de controlar nossa impulsividade e prestar atenção em nossas emoções e o que elas querem nos dizer.

Manter o fluxo livre traz leveza e simplicidade para nossa vida, e a simplicidade pode ser a chave para a felicidade.

Portanto, treinemos nosso guarda de trânsito interno, fazendo na busca pela felicidade o objetivo ser o próprio caminho.

2 respostas a “Guarda de trânsito da consciência”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *