Por que você quer ficar rico?

As bancas estão cheias de livros que podem te ensinar a investir e multiplicar a sua renda. Ultimamente, a internet tem sido dominada por blogs e vlogs repletos de dicas de como ficar milionário. Obviamente, muitas pessoas são atraídas por esta possibilidade, começando com todo fervor uma caminhada na acumulação e multiplicação do dinheiro. Mas você já se perguntou, de verdade, por que você quer ficar rico?

Entendo que a resposta parece lógica: quero ficar mais rico para comprar mais coisas, ter mais bens, dar mais conforto para mim e para minha família e não precisar mais me preocupar com dinheiro. Mas pense bem, depois de ter todas essas coisas, o que você faria? Se você responder com algo que não seja: “comprar mais posses e ficar só na praia” é sinal de que você já descobriu o sentido da sua vida. Aquilo que gostaríamos de fazer se não precisássemos mais de dinheiro nenhum é o que nos motiva de verdade, onde deve residir a nossa felicidade.

Não estou dizendo que não devemos investir e buscar prosperidade financeira. Apenas que, quando buscamos isso como um fim em si mesmo, nos enganamos. Desse modo, o dinheiro e as coisas materiais, por si só, são incapazes de nos trazer felicidade

O ser humano precisa daquilo que o dinheiro não compra. Precisa encontrar felicidade em coisas simples, ter um propósito e sentir que contribui com a vida com coisas ricas de valor. Além disso, precisa saber apreciar o que tem, ou ficará sempre buscando mais dinheiro. Você pode até vincular, inconscientemente, a sua felicidade a determinada conquista: “é só eu conseguir aquela promoção que tudo vai ficar bem” ou “se eu comprar um carro novo eu estarei feliz”. Acontece que esse momento nunca vai chegar, é uma ilusão criada pelo ego, que nunca se satisfaz com o momento presente. Quando atingir a riqueza que pretendia, vai sempre achar que precisa de mais e mais, infinitamente.

Dessa forma, acredito que, para quem conhece a si mesmo e tem sua felicidade alicerçada de verdade, mais dinheiro será ótimo! Do contrário, teremos apenas mais um rico infeliz, que se contenta com os prazeres fugazes que a próxima compra tem a oferecer. Conheça a si mesmo e aquilo onde reside a sua felicidade verdadeira e duradoura. Depois disso, vá buscar mais dinheiro, se ainda achar que realmente precisa.

“Se a vida parece insuportável quando acontece a ruína do corpo, mesmo com todos os prazeres da mesa, com toda a riqueza e todo o poder possíveis, com maior razão o é quando o seu princípio é alterado e corrompido, mesmo que se tenha o poder de fazer tudo o que se quer, salvo evitar o vício e a injustiça e praticar a justiça e a virtude” – Platão, A República.

8 respostas a “Por que você quer ficar rico?”

  1. https://brasil.elpais.com/brasil/2015/09/17/internacional/1442483934_276253.html

    Mujica diz na entrevista que não pretende fazer apologia da pobreza, e sim da sobriedade: “O que proponho é dar as costas ao mundo dos desperdícios”, explica, “dos gastos inúteis e das casas impressionantes que precisam de dezenas de empregados. Para quê? Não precisamos disso, podemos viver com muito mais sobriedade e gastar os recursos em coisas que de fato são importantes.”

  2. Excelente reflexão, adorei. O Mujica diz que quando compramos algo, não compramos com dinheiro, mas com o tempo de vida que gastamos para ter esse dinheiro. Forte esse pensamento. Bom para refletir sobre nossas prioridades.

    1. Com certeza, Lu! O prazer de uma compra, seja de um carro usado ou de uma Ferrari 0km, dura pouco tempo. Não adianta então dar muita bola para essas coisas. Coisas são para usar, e só isso. O que o dinheiro não compra é o que importa de verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *